Atletas do Taekwondo do Paraná em competições internacionais

Atletas do Taekwondo do Paraná estão na disputa do Campeonato Pan-Americano da modalidade. A competição está sendo realizada na cidade de Portland, nos Estados Unidos. O Estado tem as atletas Ana Paula Alves Morais, Isadora Lima e Matheus Luz, todos de Londrina, Flávia Pereira e Cássio Funguetto Preussuler, ambos de Pato Branco, e Hemilyn Thomas Butinge, de Saudade do Iguaçu.

Os lutadores do Paraná tiveram resultados significativos no Pan. Matheus e Ana Paula foram vice-campeões. Já os atletas Cássio e Hemily ficaram com a medalha de bronze.

Gilberto Morando, de Saudade do Iguaçu, foi o técnico dos atletas paranaenses e comentou sobre o desempenho de Hemilyn, lutadora de sua cidade. “Este é o primeiro evento oficial internacional da Hemilyn, ela que é da categoria Cadete. Tem vencido todos os eventos que participa dentro do país. No ano que vem pretendemos buscar a vaga no Pan, na categoria Juvenil”, explicou o técnico.

 

Enquanto estes atletas estão nos Estados Unidos, outra delegação do Taewkondo nacional foi para a Hungria para a disputa do Campeonato Mundial Escolar. O Paraná conta com quatro integrantes na equipe brasileira: os lutadores Bruno Cardoso, Ana Paula Alves, Giovana Shardosin e o técnico Diogo Freire. Essa competição inicia neste domingo (16) e vai até a próxima sexta (21). “A Geovana é a atleta mais experiente da equipe. Tem quinze anos de idade e treina Taekwondo há onze anos. Ela já tem seis medalhas internacionais, inclusive, foi bronze no Mundial Escolar do ano passado. E foi em busca do ouro no Mundial Escolar deste ano”, explica Morando.

De acordo com o treinador, Geovana conquistou a vaga na Seletiva e, desde então, passou a treinar para essa competição internacional. “Estamos confiantes para que possamos aumentar as nossas conquistas internacionais. Atletas de Saudade do Iguaçu já conquistaram 25 medalhas internacionais”, acrescentou o treinador.

Outro atleta do município com bons resultados é Fagner Dantas. Gilberto Morando explica que o atleta ainda aguarda a convocação da Seleção Brasileira para disputar o Mundial Universitário. “Fagner foi atleta durante três anos na categoria Juvenil e participou da Seletiva adulta pela primeira vez. Ele já foi prata e bronze no Pan-Americano Juvenil e vive a expectativa de fazer uma boa competição, representar bem o país e o município”, completou.